Contexto [Desqualificados!]

Paulo presoA carta aos filipenses é diferenciada. Em primeiro lugar, porque ela tem uma tonalidade informal por parte de Paulo. Muito diferente de 2 Coríntios, na qual o apóstolo procura defender seu apostolado, em Filipenses Paulo se quer se intitula apóstolo, como seria de praxe em suas epístolas.

Em segundo lugar, porque Paulo fala de si com a liberdade e intimidade de quem fala a um amigo próximo. Sabemos que não temos liberdade de nos confidenciar ou compartilhar algo íntimo sobre nossa história, nosso interior ou alguma experiência à alguém que não confiamos, pois corremos o risco de sermos mal compreendidos, de sermos julgados ou de gerar algum mal estar. Paulo em sua epístola aos filipenses tem esta liberdade e é nesta epístola que ele nos revela alguns aspectos biográficos de sua vida.

Em terceiro lugar, percebemos Paulo emotivo. Ao escrever a carta, Paulo se encontra preso (1:13) e utiliza-se de cartas para se comunicar com as igrejas. Trata-se de sua ferramenta de trabalho. Para alguém como Paulo, com tamanha atuação no reino de Deus, é possível imaginar a saudade que ele sentia dos irmãos, a vontade de estar com eles, ceiar com eles e de ensinar pessoalmente sobre Cristo. É clara a importância para o apóstolo em possuir liberdade para escrever de maneira tão pessoal e com tamanha intimidade aos filipenses. Escrever é algo que não lhe cansa, muito pelo contrário, ele se alegra neste trabalho, inclusive escrevendo um conteúdo já escrito em outra oportunidade (3:1). Sua preocupação é notável ao citar a segurança da igreja (3:1) e é também notório seu carinho ao falar de sua saudade da igreja em Filipos (1:8; 4:1).

Algo que permeia toda carta são as exortações à alegria! Embora preso, Paulo não cessa de exortá-los a se alegrarem no Senhor. Não tenho dúvidas de que a própria experiência de Paulo com Cristo é o que lhe dá toda autoridade para falar de alegria em um momento difícil de sua vida. Ele estava feliz. Independente de sua situação ele se alegrava no Senhor e tinha plena convicção de que se alegrar no Senhor era o melhor caminho.

André Anéas

[acompanhe esta série de posts sobre Desqualificados!]

1/10 – Introdução [Desqualificados!]

Acesse o link original desta pregação:

Desqualificados!

Ouça o audio:

Faça o download:

Desqualificados!

Anúncios

8 pensamentos sobre “Contexto [Desqualificados!]

  1. Pingback: Confiança no Espírito ou na carne? [Desqualificados!] | André Anéas' Blog

  2. Pingback: Exemplo de Paulo [Desqualificados!] | André Anéas' Blog

  3. Pingback: Supremacia de Cristo [Desqualificados!] | André Anéas' Blog

  4. Pingback: Perseverança em Ser Semelhante a Cristo [Desqualificados!] | André Anéas' Blog

  5. Pingback: Exemplo [Desqualificados!] | André Anéas' Blog

  6. Pingback: Inimigos da Cruz de Cristo [Desqualificados!] | André Anéas' Blog

  7. Pingback: Cidadania Celeste [Desqualificados!] | André Anéas' Blog

  8. Pingback: Conclusão [Desqualificados!] | André Anéas' Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s