Jonas: o profeta covarde (I)

Nova série de mensagens sobre Jonas! Acompanhe na #IBQ.

As características da igreja que serve

No último domingo na #IBQ falamos sobre serviço. A igreja que não serve, não serve. Certamente essa mensagem te desafiará a repensar sua percepção e prática do serviço na igreja local. Não existe um servo, mas servos na igreja. Não existe o trabalho mais importante… Todo serviço é importante! Por fim, não existe o grande responsável pelo sucesso da igreja local – nem mesmo o pastor! Todos, como comunidade que serve, tem importância no processo de desenvolvimento da Igreja de Jesus.

Experiência de Deus em primeira ou segunda mão?

No último domingo na #IBQ afirmei que Deus deseja uma relação conosco em primeira mão. Se nos relacionarmos com Ele em segunda mão (somente ouvir dEle e não viver com Ele) nosso testemunho estará comprometido. A próxima geração terá em nós a referência de pessoas dúbias, oscilantes e descomprometidas com o Senhor. Cabe a nós seguirmos o exemplo de Abraão, Davi, do homem espiritual de Paulo e da Igreja “quente” de João (Apocalipse). Do contrário, a próxima geração tem a possibilidade de sofrer as consequências da nossa falta de compromisso.