“A subversividade do grão de mostarda” [Jesus: o poeta da Torá]

“Jesus: o poeta da Torá”: série de mensagens da #IBQ. O evangelho através da voz do próprio Jesus, em parábolas.

Hoje a reflexão foi na parábola do “grão de mostarda” (Mt 13:31-32). Este grão pode parecer inofensivo… Mas essa semente é subversiva e corrói todos os “reinos” deste mundo. Seja o reino do nosso “eu”, o reino dos poderosos – “Césares” – ou até mesmo o reino das falsas religiões. A mensagem do evangelho é poderosa! Não a subestime!

Esta e outras lições podemos aprender ouvindo Jesus e seu evangelho.

Oro para que você abra seu coração e ouça a voz de Jesus, deixando-a fazer diferença em você.

nEle,

André Anéas

Anúncios

“Joio e trigo” [Jesus: o poeta da Torá]

“Jesus: o poeta da Torá”: série de mensagens da #IBQ. O evangelho através da voz do próprio Jesus, em parábolas.

No último domingo a reflexão foi na parábola do “joio e do trigo” (Mt 13:24-30). Uma das grandes tentações dos religiosos é achar que podem discernir quem é joio e quem é trigo. Isso é loucura! Esta e outras lições podemos aprender ouvindo Jesus e seu evangelho.

Oro para que você abra seu coração e ouça a voz de Jesus, deixando-a fazer diferença em você.

nEle,

André Anéas

“Tesouros escondidos e pérolas preciosas” [Jesus: o poeta da Torá]

“Jesus: o poeta da Torá”: série de mensagens da #IBQ. O evangelho de Jesus através das muitas parábolas do Mestre.

No último domingo a reflexão foi na parábola do “tesouro escondido” e da “pérola preciosa” (Mt 13:44-46). Nada pode ser mais valioso do que o Reino inaugurado em Jesus. Se não percebemos o quão valioso ele é, ainda não chegamos a uma compreensão plena da preciosidade do evangelho de Cristo.

Oro para que o evangelho de Jesus seja a razão da sua vida, a tal ponto de se “vender” tudo por causa dele!

nEle,

André Anéas

“O servo incompassivo” [Jesus: o poeta da Torá]

“Jesus: o poeta da Torá” é a nova série de mensagens da #IBQ. Você é nosso convidado para partilhar do evangelho de Jesus através das muitas parábolas do Mestre.

No último domingo a reflexão foi na parábola do “servo incompassivo” (Mt 18:21-35). Tempo de perceber o quão óbvio perdoar o próximo deveria ser para quem foi perdoado por Deus…

Oro para que o evangelho de Jesus penetre sua existência!

nEle,

André Anéas

A Contingência da Vida, o Casamento e a Graça de Deus

Graça e paz do Senhor!

Compartilho nesta noite a pregação que realizei em mais um encontro de casais na Igreja Batista Pq. das Nações, em 22/07/2017. Sou grato a Deus pelo Ezequias e pela Kátia, casal que tem me ensinado a servir ao Senhor e que nos convidaram  – Igreja Batista Mundo Novo – para estarmos juntos em Santo André. Uma noite de frio, de sopa e da presença de Deus e de Sua Igreja!

Falei sobre a contingência da vida, o casamento e a graça de Deus. A vida é cruel. Porém, para aqueles que experimentaram a graça de Jesus, a vida sem graça passa a ter manifestações semelhantes a do Senhor. Será que nossa vida e nosso casamento têm manifestado esta graça poderosa de Cristo? Ou será que nossa vida e nosso matrimônio têm sido tão afligidos pela crueldade da realidade que nos é apresentada que nossa vida se tornou sem graça?

Minha oração é para que a graça de Jesus se manifeste poderosamente na vida de todo aquele que ouvir esta mensagem. O Espírito Santo tem poder. Poder de transformar vidas, de nos dar sentido, restaurar relacionamentos e de nos fazer cumprir a vontade do Pai, tudo isto independentemente das circunstâncias que a vida nos apresenta.

A vida com a Graça, tem graça!

nEle,

André Anéas

A Contingência da Vida, o Casamento e a Graça de Deus

Conclusão [Desqualificados!]

pecador arrependido

Jesus não veio para os sãos, os “amigos do dono da festa”, ele veio para os doentes, aqueles que são barrados na entrada. Ele veio para desqualificados!. Afinal, quem precisa ser salvo se não o que está condenado? Quem precisa de remédio se não aquele que está doente? Quem precisa de Cristo se tem a si mesmo para se gloriar? Quem precisa de um Deus de amor se o amor próprio é suficiente? Quem precisa ser justificado se já possui todas as justificativas em si?

No evangelho do reino de Deus, anunciado por Jesus, não pesa a tradição, a fama ou o status. Muito pelo contrário, em Cristo são aceitos os desqualificados!.

Espero que você seja um verdadeiro adorador de Deus, alguém quebrantado e humilhado na presença de Jesus, que compreendeu que nada se compara com o Senhor! Alguém que não se envaidece com as coisas deste mundo. Alguém que, em um momento de humilhação e injustiça, como as inúmeras situações que Paulo vivenciou, procura olhar para Cristo e ter o privilégio de se identificar com Ele em Seus sofrimentos. Privilégio de nos identificarmos com Ele, para que de alguma forma alcançar a ressurreição dentro os mortos e receber a recompensa dos “loucos” deste mundo que percebem todo sentido da vida em um Deus que ama a ponto de entregar Seu único Filho para morrer em uma cruz em favor de gente desqualificada!.

Se você se enxerga, entretanto, como alguém cheio de si, que confia em sua própria justiça, que você olhe para dentro de você e pense na sua última falha. Na última vez em que se viu incapaz. Naquela situação em que você não tinha saída. Na última noite mal dormida. Que você coloque a “mão” na consciência e perceba que, por melhor que você pense que é, por maior que seja sua reputação, sua fama, seu status, sua tradição, você não tem poder para vencer a morte, para explicar inúmeras coisas, a começar por si mesmo, nem para se salvar do próprio pecado.

Arrependa-se hoje. Se aceite como um desqualificado!. Alguém que carece de um salvador! Pois o Deus do nosso Senhor Jesus Cristo te ama com um amor eterno! Com um amor único, puro, santo. Receba, pela fé em Jesus, em Seu sacrifício e Sua ressurreição, a graça salvadora de Deus!

Agora, se você está sem esperança e se vê como um verdadeiro desqualificado!, o evangelho do Senhor Jesus é para você! Que Nele, você desfrute do alívio que Jesus nos dá, da alegria de viver que Ele nos fornece e se sinta amado, por um Deus que te conhece e já experimentou os desprazeres da nossa vida humana. Ele te ama com um amor imensurável e deseja que você seja mais que vencedor em Cristo Jesus (Romanos 8:37).

André Anéas

[acompanhe esta série de posts sobre Desqualificados!]

1/10 – Introdução [Desqualificados!]

2/10 – Contexto [Desqualificados!]

3/10 – Confiança no Espírito ou na carne? [Desqualificados!]

4/10 – Exemplo de Paulo [Desqualificados!]

5/10 – Supremacia de Cristo [Desqualificados!]

6/10 – Perseverança em Ser Semelhante a Cristo [Desqualificados!]

7/10 – Exemplo [Desqualificados!]

8/10 – Inimigos da Cruz de Cristo [Desqualificados!]

9/10 – Cidadania Celeste [Desqualificados!]

Acesse o link original desta pregação:

Desqualificados!

Ouça o audio:

Faça o download:

Desqualificados!

Cidadania Celeste [Desqualificados!]

céu

A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo. Pelo poder que o capacita a colocar todas as coisas debaixo do seu domínio, ele transformará os nossos corpos humilhados, tornando-os semelhantes ao seu corpo glorioso. Portanto, meus irmãos, a quem amo e de quem tenho saudade, vocês que são a minha alegria e a minha coroa, permaneçam assim firmes no Senhor, ó amados! [20-4:1]

O fardo de se gloriar em si mesmo, de sempre se justificar, é muito pesado. Nos cansamos de fingir ser quem não somos. É algo que rouba nossa felicidade. Uma hora ou outra este fardo se tornará insuportável. Mas quem crê no poder de Deus para salvar terá alívio! Não precisará mais fingir, pois como alguém desqualificado! terá o consolo de um Deus que ama, um Deus que cura as feridas, que ressuscita os mortos e que fornece gratuitamente a salvação! Um Deus único, invencível, Todo-Poderoso, que nos ama e nos chama de filhos! A este Deus, o Deus do nosso Senhor Jesus, toda glória para sempre!

E este Deus haverá de, da mesma maneira como com o Filho, nos ressuscitar! Por isso, que nos esqueçamos de tudo que fica para traz, e tenhamos coragem para considerar tudo como esterco a fim de receber o prêmio do chamado celestial em Cristo Jesus! Avancemos em nossas vidas servindo ao Senhor com alegria e aos nossos irmãos com humildade, sabendo que como desqualificados! fomos salvos e a nós cabe sermos como Ele, humildes uns com os outros, para que naquele Dia, em que se manifestar o Filho de Deus, desfrutemos do privilégio de sermos chamados filhos de Deus, não em um mundo que privilegia e enaltece os qualificados, mas em um lugar, uma pátria celeste, como cidadãos do céu, um lugar em que o rei é Rei dos reis e Senhor dos senhores, o Cordeiro Santo que foi morto e ressuscitado, aquele que tem o nome que está sobre todo o nome, Jesus, o Filho de Deus, a honra, a glória e o poder para todo o sempre, amém!

André Anéas

[acompanhe esta série de posts sobre Desqualificados!]

1/10 – Introdução [Desqualificados!]

2/10 – Contexto [Desqualificados!]

3/10 – Confiança no Espírito ou na carne? [Desqualificados!]

4/10 – Exemplo de Paulo [Desqualificados!]

5/10 – Supremacia de Cristo [Desqualificados!]

6/10 – Perseverança em Ser Semelhante a Cristo [Desqualificados!]

7/10 – Exemplo [Desqualificados!]

8/10 – Inimigos da Cruz de Cristo [Desqualificados!]

Acesse o link original desta pregação:

Desqualificados!

Ouça o audio:

Faça o download:

Desqualificados!