Conclusão [Intimidade com Deus – De Mãos Dadas com o Senhor]

Qual a nossa resposta perante este Deus? Qual o retorno que temos dado aos Seus gestos de amor? Eu vivi por muitos anos algo superficial com Ele. Mas um dia eu me entreguei, me humilhei e me arrependi. O caminho da entrega, humilhação e arrependimento é a porta inicial para reconciliação com Deus, para um real relacionamento com Ele.

Ele deseja se relacionar com você! E Ele sabe que você só terá satisfação Nele. Nosso relacionamento íntimo só é totalmente suprido em Deus. Talvez tenhamos enfrentado muitos relacionamentos fracassados, mas saiba que Deus te ama e que Ele deseja caminhar contigo! É a vontade Dele estar de mãos dadas contigo no jardim. É desejo Dele que vocês tenham um relacionamento profundo, íntimo e eterno.

Ao se render totalmente, se santificar e receber o processo de Deus de crescimento na sua vida, você desfrutará do melhor Dele. Esta relação sincera, genuína, produzirá liberdade. Para adorar a Deus com liberdade é necessário intimidade, paixão por Ele, um coração quebrantado na presença Dele.

Não é a toa que o Senhor compara sua igreja com uma noiva e Ele se coloca como noivo. O relacionamento desejado por Ele é algo apaixonado. Deus espera o máximo desta relação, Suas expectativas são as maiores.

Talvez você tenha percebido que seu relacionamento com Ele não está de acordo com o que Ele espera. Saiba que Ele está pronto para ouvir sua oração, pronto para te perdoar, pronto para te amar. Seu pecado não é maior do que o amor Dele por você. Sua omissão não é maior do que o amor que Ele tem por ti. Se renda, se arrependa e tenha intimidade com Ele!

André Aneas

[acompanhe esta série de posts sobre Intimidade com Deus]

1/6 – Relacionamentos Humanos [Intimidade com Deus]

2/6 – Deus Deseja um Relacionamento Íntimo com Você! [Intimidade com Deus]

3/6 – Entrega Total [Intimidade com Deus]

4/6 – Santidade [Intimidade com Deus]

5/6 – Disposição para Enfrentar as Crises [Intimidade com Deus]

Acesse o link original desta pregação:

Intimidade com Deus

Ouça o audio:

Faça o download:

Intimidade com Deus – De Mãos Dadas com o Senhor – (download – clicar com o botão direito e em ‘salvar link como’)

Relacionamentos Humanos [Intimidade com Deus – De Mãos Dadas com o Senhor]

Introdução

O ser humano é um ser relacional. Foi feito para se relacionar. Quando olhamos ao nosso redor fica claro que somos seres que vivem em sociedade. A associação com outros homem e mulheres é algo essencial em nossa vida, é substancial. Esta verdade fica estampada no momento em que Deus diz “não é bom que o homem esteja só” e “sede fecundos e multipliquem-se”.

Ao olharmos para os nossos problemas e dificuldades percebemos que muitos deles, se não a maioria, tem algum tipo de relação com nossas interações com outras pessoas ou com a falta delas. Não me dou bem com meu irmão, mãe, mulher, filhos… Houve um mal entendido aqui e por isso o “fulano” não fala mais comigo… As pessoas tem inveja do outro, se orgulham em cima dos outros, fazem fofoca dos outros, maltratam os outros, são falsas com os outros… Quantos casamentos baseados na artificialidade, falsidade e redes de mentiras? Quantas famílias? Esta dificuldade é um fato. O ser humano é um ser difícil de lidar.

Creio eu que o maior responsável por esta deficiência é o pecado. Com a queda da raça humana nos tornamos orgulhos, egoístas, invejosos, rebeldes, desconfiados, incapazes de receber o bem do próximo. Esta situação está estampada em nosso dia a dia desde o tempo de Caim, na ocasião em que ele eliminou 25% dos seres humanos da terra.

Para piorar a situação, quando olhamos para o nosso ser, sentimos a necessidade de nos abrirmos com alguém. Existe algo dentro de nós que tem necessidade de poder dividir nossa realidade com outro alguém, sem utilizar nenhuma máscara, ao contrário, sendo nós mesmos. Uma pessoa que se fecha acaba enfrentando muitos problemas, pois acaba não sendo verdadeira, em sua totalidade, com ninguém.

Esta intimidade não é relevante somente nos momentos difíceis da vida, mas igualmente nos momentos positivos. Poder elogiar, se divertir, investir tempo de qualidade, investir carinho, comunhão, algo sincero e genuíno. Não ter medo de ser quem você é. Ser íntimo de alguém, tendo total liberdade. Isto pode ser um escândalo para alguns em uma época tão individualista e artificial, mas para aqueles amigos de verdade, aqueles casais eternamente apaixonados e confidentes, aquela família unida e extremamente ligada uns com os outros, não há nada igual a esta “entrega total”.

Mas diante da real situação da queda, que potencializa nossa dificuldade relacional (e muito), como ter alguém para se abrir, tendo intimidade suficiente, sem nenhuma desconfiança? Concordo com vocês. É uma situação complicada. A intimidade, muito embora seja fundamental (mais ainda no meio familiar), se torna um alvo distante na vida de muitos.

Relacionamento com Deus

Porém, gostaria de falar sobre o relacionamento do ser humano com Deus. Da mesma maneira que me relaciono com as pessoas ao meu redor eu posso me relacionar com Deus. Posso fingir ser alguém perante Deus e, pior ainda, posso acabar acreditando neste “fingimento” e viver a vida convencido de que tudo vai bem. Quantos de nós não temos tido relações assim com o nosso próximo? Vamos “empurrando com a barriga”, evitando “colocar o dedo na ferida”, vivendo de aparências, mas sem nenhuma profundidade e qualidade. Dentro da igreja esta situação também pode ser verdadeira. Omitimos a verdade em favor de um suposto “amor”. Deixamos de lado aquilo que é verdadeiro, pelo bem social em que estamos inseridos.

O problema é que enganar pessoas é algo viável. Nos enganar é algo possível. Agora, é impossível enganar o Todo Poderoso e dono da igreja. Por mais que tenhamos a intenção de nos camuflarmos perante Deus ou de até nos omitirmos, Ele sabe exatamente aquilo que está dentro de nós. Nossas intenções, nossos sentimentos, nossas emoções.

Na esfera humana, normalmente, ambas as partes tem algum tipo de culpa nos problemas relacionais. Agora, no que tange o relacionamento íntimo com Deus, de quem é a culpa?

André Aneas

[acompanhe esta série de posts sobre Intimidade com Deus]

Acesse o link original desta pregação:

Intimidade com Deus

Ouça o audio:

Faça o download:

Intimidade com Deus – De Mãos Dadas com o Senhor – (download – clicar com o botão direito e em ‘salvar link como’)