“As dez virgens” [Jesus: o poeta da Torá]

“Jesus: o poeta da Torá”: série de mensagens da #IBQ. O Evangelho através da voz do próprio Jesus, em parábolas.

Domingo passado a reflexão foi na parábola dez virgens (Mateus 25:1-13). A grande pergunta que você será impulsionado(a) a responder: como você tem vivido sua vida? Será que, porventura, você tem vivido do passado? Ou será que está preso(a) a ideais do futuro que nunca chegam? A iminência da chegada do noivo e a necessidade de termos azeite em nossas candeias é para o PRESENTE! Viva o hoje…

Esta e outras lições podemos aprender ouvindo Jesus e seu evangelho.

Oro para que você abra seu coração e ouça a voz de Jesus, deixando-a fazer diferença em você.

nEle,

André Anéas

Anúncios

Homens: vivendo o evangelho no século XXI – vida profissional

Compartilho minha pregação realizada no Congresso de Homens da IBQ: Homens: vivendo o evangelho no século XXI – vida profissional. Que deixemos o evangelho de Jesus nos influenciar no mais íntimo da alma, afetando, inclusive, nossa vida profissional.

nEle,

André Anéas

O lado bom da vida

Tive a alegria de pregar mais uma vez no encontro de casais da Igreja Batista Pq. das Nações, em Santo André. Grato pela amizade de pessoas queridas: Kátia e Ezequias. Vocês são manifestações da graça de Deus em minha vida!

Será que nossos matrimônios tem desfrutado o lado bom da vida? Oro para que essa reflexão torne seu casamento cheio de poesia, alegria, amizade e amor.

nEle,

André Anéas

A experiência da auto-justificação

[Meditações no Salmo 7]

A vida é repleta de relacionamentos tensionados. Em muitos momentos estamos imersos em situações nas quais nos vemos acusados de erros que cometemos. Em outras oportunidade somos nós quem cobramos dos outros acerca das falhas em relação à nossa pessoa. Não é difícil entrarmos em um tipo de dinâmica na vida em que vivemos para sustentar nossa verdade, nosso senso de justiça e nosso ponto de vista. Podemos acabar investindo muito tempo, emoções e toda nossa energia para provar que somos nós que estamos certos e que são os outros que estão errados. Isso cansa a existência, tornando-a um fardo. A experiência do salmista revela uma alternativa à essa engrenagem da auto-justificação. Para experimentarmos uma espiritualidade sadia é decisivo termos a convicção que o único referencial de justiça está em Deus, não em nós. Em relação a nós, inclusive, cabe sempre desconfiança, pois temos o potencial de manipulação de sentimentos, emoções e da própria razão em benefício próprio. Por isso, diante de ataques contra nossa honra, sigamos o exemplo do salmista: se refugiar em Deus, pois somente nEle há salvação e alento para alma, ter a certeza que nosso escudo está nas mãos dEle, para proteger quem realmente somos, e agradecer, porque Ele é justo e bom o tempo todo. Não somos capazes de sondar a mente e o coração de ninguém e os problemas são sempre mais complexos do que admitimos. Assim, não se sente na cadeira de juiz, ela não foi feita para nossa humanidade. Liberte-se dessa obrigação de buscar justiça própria e desfrute da leveza de tão somente cantar louvores a Deus. O caminho da justiça própria é uma armadilha, um sofrimento, estrada da desilusão. O caminho da confiança no SENHOR da justiça é cantoria, alegria, liberdade e paz!

André Anéas

A vida, o discipulado e as tempestades

Graça e paz!

Ontem preguei sobre “a vida, o discipulado e as tempestades” na amada Igreja Batista em Quitaúna. O discipulado cristão acontece na realidade da vida. A realidade da vida, por sua vez, não é um mar de rosas, imune ao sofrimento e “tempestades”. É preciso coragem para encarar a realidade. É preciso coragem para viver a vida pela fé. É preciso respeitar a vida.

Nessa mensagem você será desafiado(a) a compreender que “Deus usa a vida e a vida usa tudo” (Resgate) para nos forjar como cristãos que tem como o grande segredo de sucesso JESUS. Se tivermos fé nEle, andamos sobre o mar. Caso contrário, aprendemos na vida a pedir socorro ao Mestre que, imediatamente, nos socorre. Além disso, somos desafiado no Evangelho a sermos Jesus para os outros, estendendo a mão ao que clama por socorro…

Que o Espírito Santo fale ao seu coração!

nEle,

André Anéas

A Contingência da Vida, o Casamento e a Graça de Deus

Graça e paz do Senhor!

Compartilho nesta noite a pregação que realizei em mais um encontro de casais na Igreja Batista Pq. das Nações, em 22/07/2017. Sou grato a Deus pelo Ezequias e pela Kátia, casal que tem me ensinado a servir ao Senhor e que nos convidaram  – Igreja Batista Mundo Novo – para estarmos juntos em Santo André. Uma noite de frio, de sopa e da presença de Deus e de Sua Igreja!

Falei sobre a contingência da vida, o casamento e a graça de Deus. A vida é cruel. Porém, para aqueles que experimentaram a graça de Jesus, a vida sem graça passa a ter manifestações semelhantes a do Senhor. Será que nossa vida e nosso casamento têm manifestado esta graça poderosa de Cristo? Ou será que nossa vida e nosso matrimônio têm sido tão afligidos pela crueldade da realidade que nos é apresentada que nossa vida se tornou sem graça?

Minha oração é para que a graça de Jesus se manifeste poderosamente na vida de todo aquele que ouvir esta mensagem. O Espírito Santo tem poder. Poder de transformar vidas, de nos dar sentido, restaurar relacionamentos e de nos fazer cumprir a vontade do Pai, tudo isto independentemente das circunstâncias que a vida nos apresenta.

A vida com a Graça, tem graça!

nEle,

André Anéas

A Contingência da Vida, o Casamento e a Graça de Deus

Deus Está Pronto para Perdoar [“Qual a Real Intenção de Deus para com a Humanidade?”]

perdaoAlém de não se mostrar um Deus indiferente ao homem pecador e rebelde, Deus está pronto para perdoar o homem. Ora, se não fosse esta a intenção de Deus desde a criação, qual o sentido do interesse de Deus com o homem e de sua não condenação instantânea da raça humana? É claro nas Escrituras que Deus planeja em todos os momentos a redenção do homem pecador. Sua salvação!

Muito diferente de nossos relacionamentos humanos, que ao passarem por entraves nos quais o perdão é o caminho para reconciliação e que é constantemente postergado em um processo de amargura e dor, Deus não hesita em promover uma reconciliação. Deus não deixa de falar com o homem pecador, Deus não deixa de ter uma atitude para promover um ambiente de restauração.

Quantas histórias você já ouviu de familiares que ficaram sem se falar por anos, décadas? É algo comum, infelizmente. O perdão não combina com nossa cultura egocêntrica, em que cada um só pensa em si mesmo.

O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Pelo contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento. – 2 Pedro 3:9

Deus estava, está e sempre estará pronto para perdoar o homem de suas falhas! Quando a igreja foi questionada acerca da demora do retorno do Senhor, a reposta de Pedro foi: “Ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento”. Este é o desejo de Deus para nós e assim o foi para com Adão e Eva.

Sua vida pode demonstrar falhas e você pode ter cometido pecados contra o Senhor. Por piores que eles tenham sido, por mais desastroso que tenha sido o rumo da sua vida e, quem sabe, você chegou ao ponto de perder as rédeas da vida e acreditar que não tenha mais jeito, saiba que Deus está pronto para te perdoar! Deus está pronto para restaurar! Deus está pronto para te aceitar de volta e mudar sua história! Ele já tomou uma atitude!

Ele não indiferente a você e está pronto para te perdoar!

André Anéas

Acompanhe esta série de posts!

1/5 – Introdução [“Qual a Real Intenção de Deus para com a Humanidade?”]

2/5 – Deus Não É Indiferente! [“Qual a Real Intenção de Deus para com a Humanidade?”]

Acesse o link original desta pregação:

“Onde está você?”

Ouça o audio:

Faça o download:

“Onde está você?”